BLOG DO MARTINS ANDRADE–RETALHOS.

JUÍZES QUE NÃO LÊEM O PROCESSO

Foi assim que perdi um carro com 5 meses de uso.

Com essa justiça rasteira, sebosa que define e aprova uma condenação como esse desembargador definiu e aprovou a condenação do ex-presidente Lula.

Uma justiça que julga para os amigos.

Leiam o que disse o desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, presidente Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), onde vai ser julgado o caso Lula.

Perguntado o que achou da condenação do ex-presidente pelo Juiz Sergio Moro, assim respondeu: "é tecnicamente irrepreensível".

O senhor confirmaria a decisão?“Isso eu não poderia dizer, porque não li a prova dos autos."

Ele não leu o processo!

A condenação de Ex-presidente foi publicada pela manhã e à noite o desembargador já estava na rede Globo fazendo declarações.

Quer dizer, sem ler as 230 páginas do processo, ele já estava confirmando a sentença.

E domingo estava, novamente, nas páginas do Estadão, defendendo a condenação, sem ter lido o processo.

POR QUEM AS LÁGRIMAS ROLAM

Os políticos de Brasília, os operadores do mercado financeiro, os grandes capitalistas, os empresários da Fiesp que nunca pagam o pato, não choram por este  Brasil moralmente decapitado. Não choram pelos 60 mil mortos anuais que acompanham esse corpo de um Brasil saqueado; não choram pelas mães e pelas viúvas de jovens assassinados; não choram pelos milhares de corpos mutilados no trânsito; não choram pelo choro das crianças baleadas no ventre das mães, da meninas abatidas pelas balas perdidas; não choram pelos doentes amontoados nos corredores dos hospitais públicos; não choram pelas crianças que não têm leite, pelo trabalhador que não dorme, pela empregada doméstica humilhada e pelas famílias que não têm  lar. Os políticos choram pelo teu voto, pela propina dos empresários, pelo cargo público para os apadrinhados, pelo enriquecimento privado.       Aldo Fornazieri – Professor da Escola de Sociologia e Política (FESPSP).

CONTRA MEUS AMIGOS, NÃO!

Enquanto os investigados, acusados e condenados eram do partido do Ex-presidente Lula, eram petistas, o ministro Gilmar Mendes nada falou.

Bastou as investigações chegar´perto dos amigos do PSDB, o ministro abriu o bico tucano e fez-se ouvir:

"Janot, eu o considero o procurador-geral mais desqualificado que já passou pela história da Procuradoria. Porque ele não tem condições, na verdade não tem preparo jurídico nem emocional para dirigir algum órgão dessa importância", afirmou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

 

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: