BLOG MARTINS ANDRADE E VOCÊ–A POLÍTICA E OS ESGOTOS MIDIÁTICOS.

Com o perdão dos amigos, mas o que mais me assusta são pessoas ligadas à comunicação: jornalistas e radialistas, utilizarem seus microfones e disparar idiossincrasias, que para o ódio que lhes alimenta, são puras verdades, e por extensão, vão alimentar o ódio também nas pessoas que não tem tempo de ler e pesquisar, e entendem ser verdade tudo que uma pessoa da comunicação lhes fala.

Ouço coisas proferidas sem um mínimo de pesquisas em mídias especializadas nos assuntos, ou leitura mais acuradas.

E passam a ser verdades.

Certa vez, questionei com um colega, até de certa cultura, um assunto que tinha certeza não era a expressão do que ele dizia. Mostrei dados, fatos, e ao final ele saiu-se com essa joia de grosseria: "Rapaz é desse jeito e quem está dizendo sou eu!"

Quer dizer, o amigo não dominava o assunto, mas resolveu atropelar fatos e dados para se achar o dono da verdade pelo nome que ostentava nos meios de comunicações. Por ele ser o fulano de tal, da televisão, da rádio, do jornal, bastava abrir a boca para cuspir suas verdades, que o seu leitor/ouvinte/telespectador acreditaria.

Contudo, é nessa atual batalha de torcida organizada política, que se tem visto o atropelo da verdade, misturando-se com o ódio partidário e de preconceitos.

Leio um colega vociferar contra os eleitores de partido X, alcunhando-os de burros, ignorantes, imbecis porque votaram naquele partido; E o que eles justificam como burrada, em muitos casos passam longe dos fatos e verdades.

Por maior ódio que se tenha a determinadas posições políticas, não se deve achar que alguém é imbecil porque não acompanhou o voto do acusador.

Quando você entende que todas as pessoas devem seguir suas pegadas políticas, está querendo uma certa unanimidade, que se inicia em você, com seu pensamento e suas posições. Então isso vai gerar uma coisa, que o comunicador acusa aos outros. E Nelson Rodrigues, do âmago de sua vertente gozadora, já dizia que, “Toda Unanimidade é Burra”.

Por esse caminho, o eleitor está dando uma lição de sapiência naquele que se proclama inteligente.

Mas, mesmo assim, muita gente vai ser influenciada pela mensagem que o comunicador explicita.

Ora, se ele não pesquisou, mas movido pelo ódio partidário e pelo preconceito de classe, emitiu uma opinião, mais pessoas vai se juntar e repercutir aquilo que foi ouvido.

Entra-se, novamente, no círculo de  Joseph Pulitzer:

“Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma” .

E são essas pessoas, catequizadas pelas idiossincrasias ouvidas, que vão atropelar a paz, fomentar agressões e levantar barreiras de ódios contra patriotas; acendendo o fogo da ira, afogando a razão.

A mídia sequestra fatos, esconde razões para atingir o objetivo de seus donos. Vira um esgoto de informação.

E o público, aquele que tem uma razão política mínima, que já busca a mídia para ter a verdade dos fatos, e recebe uma informação mal feita, fica sem saber em que acreditar.

E muitos saem por ai, com sua voz, bradando as incongruências ouvidas dos esgotos midiáticos.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Denilson Leite  On 11/03/2016 at 08:39

    A imprensa deve respeitar as leis e suas perseguições, julgamento de pessoas sem dar direito ao contraditório e parcialidade não podem ficar impunes. Provas dos abusos não faltam. Liberdade de expressão é uma coisa bem diferente do que estamos vendo acontecer na mídia. Esta também é responsável por tudo que estamos passando no país.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: