A BABOSEIRA DOS NEOLIBERAIS SOBRE A RENÚNCIA DE IMPOSTOS DA FIFA.

O pensamento da direita brasileira está nos noticiários televisivos em forma de editoriais, ou já vem escrito nos jornais e revistas,   que a servem. Daí prá frente, os neófitos ou seguidores, só replicam.

E de olhos fechados!

Muitos nem se dão ao trabalho de fazer uma pesquisa para saber se aquilo que vão compartilhar, tem ou não um fundo de verdade; ou para comparar se há ou não vantagem na decisão que o atual governo tomou, em relação ao que tinha sido feito antes.

Veja-se o caso da renúncia de impostos para a FIFA.

É emblemático.

Discute-se o porquê do governo ter renunciado R$ 1,1 bilhões de reais em impostos para a FIFA, mas não se faz um exame comparativo do que o país vai lucrar com o evento.

Nem se vai atrás de outras renúncias de impostos, que nenhum benefício adveio para o país, realizado por outros governantes em períodos recentes.

O governo Itamar Franco, quando criou o Plano Real, seus economistas reforçaram a idéia de que o plano necessitaria de correções. O governo que se seguiu, o de Fernando Henrique Cardoso, segurou essas correções para manter a paridade do Real com o dólar, a nível internacional. E para que isso ocorresse, muitas irregularidades foram praticadas. Dentre elas, a Lei 9.249 de dezembro de 1995, que trata,dentre outras coisas, da renúncia de impostos.

A diferença entre a renúncia de impostos dos dois governos, e as entidades que gozaram dessas renúncias é escandalosa. E mais ainda, os benefícios gerados como contrapartida.

Se a contrapartida da Renúncia Fiscal da Fifa está produzindo impactos socioeconômico de grande monta, conforme ficou demonstrado no estudo de dois economistas da Fundação Getúlio Vargas, Fernando Blumenschein e Diego Navarro: Impactos socioeconômicos da Copa do Mundo Fifa 2014 e seu legado para o futebol brasileiro – Vol 22 Nº 2 out/NoV/dez 2013, acessível neste endereço: http://fgvprojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/arquivos/artigo

_legado_copa2014_fernandoblumenscheindiegonavarro.pdf, as renúncias fiscais dos neoliberais ainda hoje causam prejuizos aos cofres brasileiros.

Para se ter uma idéia, nos últimos 11 anos foram investidos no Brasil, por empresas estrangeira, cerca de U$ 720 bilhões e remetidos para fora um montante de U$ 240 bilhões, sem que um centavo de real fosse gerado de impostos, graças à Lei 9.249,de 1995, criada pelos tucanos,  que isenta as remessas de dinheiro para o exterior, do pagamentos de impostos.

É, ainda, da lavra tucana a inversão da função do imposto no Brasil.

Quem reclama que paga muito imposto sobre a renda, não  lembra que até 1996, quem ganhava até 10,48 SM não pagava imposto de renda, hoje, essa isenção só atinge a quem ganha até 3,46 SM.

O mais lamentavel é que a grita sobre as isenções da Fifa,vem, exatamente daqueles que hoje se consagram como eleitores dos tucanos.

E fazem uma baboseira sobre essa renúncia, sem levar em consideração os impactos que se gera no país com o evento.

 

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: