FHC E O BRASIL

ENTRE A PROMISCUIDADE E A CHANTAGEM.

A única pessoa capaz de saber quem é o verdadeiro pai de seu filho é a mulher, desde que ela não seja uma promíscua.

Uma empresa privada, cujos interesses financeiros com o estado são evidentes, ao saber que o presidente da república pode ser o pai do filho de sua funcionária, a envia para o exílio, escondendo-a da sociedade, dos próprios concorrentes, e mantém toda essa “estória” em segredo, não o faz para preservar a imagem do presidente.

Uma empresa jornalística séria jamais faria isso com seu leitor, a não ser que outros interesses estivessem em jogo.

Qualquer empresa de fundo de quintal chamaria a funcionária para uma conversa esclarecedora sobre o fato.

Em se tratando da maior empresa jornalística do Brasil, mais esclarecedora seria essa conversa porque entraria em jogo a credibilidade da informação.

A Globo sabia que o filho não era do FHC.

Manter esse segredo pode ter custado muito caro ao país.

Quanto custou?

Em nome desse segredo, concessões podem ter sido praticadas.

Porém mais absurdo e lamentavel é que Brasil, seu presidente, ficaram à deriva, possivelmente subjugados entre a promiscuidade e a chantagem.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: